Notícia



Semana Acadêmica das Engenharias abordou o futuro da profissão

A coordenação dos cursos de Engenharia promoveu, entre os dias 28 e 31 de outubro, a Semana Acadêmica das Engenharias de 2019. O evento contou com palestras, minicursos e visitas técnicas, reunindo entorno de 300 participantes entre estudantes e profissionais da área.
Abordando o tema central “10 anos de Engenharia no UDF”, o evento buscou proporcionar aos participantes um ambiente de troca de informações e atualização sobre tendências e o futuro da profissão na área da Engenharia, com palestras, minicursos e workshops.

 

 

Durante o evento tivemos profissionais do meio acadêmico, do meio empresarial e do mercado de trabalho, profissionais mais técnicos, participando e palestrando sobre as mais diversas áreas específicas de cada uma das Engenharias: Civil, Mecânica e Mecatrônica. As palestras, workshops e minicursos abordaram assuntos comuns e generalistas a todas aos cursos, sendo um ambiente de interdisciplinaridade, com o intuito que ambas as áreas trabalhem em paralelo entre si”, frisa um dos professores organizadores da Semana Acadêmica, Me. Tiago de Melo.

 

 

Os quatro dias de programação reuniram estudantes de graduação, docentes, empresários e comunidade em geral durante discussões sobre temas como six-sigma, modelagem numérica, precificação de serviços de engenharia e gestão de ativos, ser empreendedor, patologia e problemas de edificações voltado a engenharia, design thinking, abordagem integrada de sistemas CAD/CAE aerodinâmicos via CFD, novos desenvolvimentos em energia solar, usos da energia solar no DF, dentre outros.

 

 

A Semana das Engenharias buscou preparar os acadêmicos não somente para serem usuários desse mundo da tecnologia e mudanças exponenciais, mas que possam ser autores, ser proponentes de soluções e de mudanças. O evento também propôs estimular o aprendizado que acompanhe as mudanças das profissões para o futuro, desenvolvendo nos acadêmicos as mais diversas habilidades que serão necessárias ao cidadão do século XXI.

Compartilhe: