Notícia



Alunos de PP têm palestra com renomado publicitário.

Para um estudante, é um prestígio ter a oportunidade de ficar próximo a profissionais renomados e experientes da área.

E não foi diferente com a turma de calouros de Publicidade e Propaganda. Nos dias 5 e 7 de março, eles tiveram um encontro com Carlos Grillo, publicitário brasiliense vencedor dos mais cobiçados prêmios da área, que compartilhou suas experiências com os jovens.

 

Confira o currículo do profissional:

Formado em Publicidade pela UnB, Carlos Grillo iniciou sua carreira em 1996 como redator na DQV. Atuou na publicidade tradicional por 7 anos em grandes agências de Brasília e São Paulo como DPZ, Age., DM9, FischerAmerica e NovaSB. Na função de redator, obteve destaque em premiações importantes como Profissionais do Ano da Rede Globo; Festival Internacional de Publicidade de Gramado; Anuário do Clube de Criação de Brasília; Anuário do Clube de Criação de Minas Gerais; e Colunistas. Nesse último, em 2010, foi reconhecido como o redator mais premiado nos 25 anos de história do prêmio no DF. Em 2003 decidiu empreender e fundou a Fermento, focada em Live Marketing. Já em 2008, associou-se à Casanova (atual Monumenta) onde permaneceu como sócio e VP de Criação até 2011. Por fim, retomou a Fermento ao lado de Eduardo Peres. Como empresário e executivo, Grillo também colecionou conquistas significativas. Foi eleito Empresário de Marketing Promocional do Ano em 2008 no Prêmio Colunistas Brasil. Viu sua empresa conquistar o título de Agência do Ano no Prêmio Colunistas Brasília por seis vezes, no Globes Awards Centro-Oeste por duas vezes e no Lusos – Prêmio Lusófonos de Criatividade. Comemorou um leão de bronze no Festival de Cannes, além de duas pratas no NY Festivals, uma prata no Clio Awards e uma prata no Globes Awards Internacional, entre outros prêmios nacionais e internacionais. Ao longo da carreira, ajudou a construir grandes marcas tanto no setor público, quanto no setor privado. Destaques para Caixa, Banco do Brasil, Embratur, Ministério da Justiça, SEBRAE, Brasil Telecom e Estrela.

Compartilhe: