Notícia



5 cursos para quem sonha construir carreira no exterior

Você sabia que a mão de obra brasileira é muito valorizada em alguns países? O governo da Nova Zelândia, por exemplo, possui um programa exclusivo para contratar brasileiros. A Noruega e o Canadá também possuem boas relações com o Brasil e costumam contratar médicos, engenheiros, enfermeiros e profissionais ligados à tecnologia da informação. Morar e trabalhar em outro país pode ser mais acessível do que você imagina!

Conhecer novas culturas, ganhar dinheiro e turbinar a carreira são alguns dos desejos de quem pretende ter uma experiência profissional fora do Brasil. Cada país possui regras diferentes para a contratação de estrangeiros, mas, de modo geral, é preciso ter um visto de trabalho e, dependendo da sua profissão, é necessário obter a validação do diploma. Também é fundamental investir em sua capacitação profissional e aprender outro idioma para conseguir construir uma carreira no exterior.

Se você ainda não sabe qual curso optar, continue a leitura do texto e confira os 5 cursos para quem sonha construir carreira no exterior:

1. Engenharia

Engenheiros de diversas áreas são requisitados por empresas estrangeiras. Mesmo os países que possuem políticas rígidas a respeito da imigração podem permitir a entrada de profissionais estrangeiros para suprir a escassez de mão de obra.

Alguns dos engenheiros mais valorizados no mercado estrangeiro são:

 

2. Relações Internacionais

Estudar e analisar como as diferentes nações se relacionam é uma das principais funções da área de Relações Internacionais. Com o objetivo de criar uma boa comunicação entre países para que eles possam estabelecer acordos políticos, econômicos, culturais e comerciais, o profissional graduado neste curso pode trabalhar em empresas multinacionais ou ter uma carreira pública, atuando em órgãos do governo, embaixadas ou consulados.

3. Administração

O curso de Administração é muito abrangente, pois forma profissionais capazes de gerenciar uma empresa como um todo ou cuidar de um departamento específico (vendas, financeiro, produção, recursos humanos, etc.), assumindo cargos estratégicos dentro das organizações. Ao trabalhar em empresas multinacionais, o administrador pode receber convites para gerenciar equipes em alguma filial fora do País.

4. Gestão de Recursos Humanos

Responsável por atrair, reter e treinar os colaboradores de uma empresa, o profissional de Recursos Humanos é quem define políticas de benefícios, ciclos de avaliação de desempenho, planos de sucessão, critérios para a concessão de bônus e muito mais dentro de uma organização. É muito comum que as empresas multinacionais levem suas equipes de especialistas em Recursos Humanos para implementarem o mesmo padrão em suas filiais fora do País.

5. Jornalismo

Por fim, o profissional que se forma em Jornalismo pode trabalhar como correspondente internacional e construir carreira no exterior cobrindo notícias e acontecimentos para uma empresa de comunicação brasileira. Outra forma do jornalista atuar no exterior é de forma freelancer, escrevendo matérias que são sugeridas por diferentes clientes ou buscando pautas interessantes na região e depois vendendo seu trabalho para jornais, revistas, portais, televisão, etc.

Não se esqueça que para conseguir um emprego no exterior é essencial falar um outro idioma e investir em uma boa formação. Escolher uma faculdade de qualidade é o primeiro passo para construir uma carreira de sucesso!

Fonte: http://www.guiadacarreira.com.br/cursos/faculdades-pra-trabalhar-no-exterior

Compartilhe: